Furnas: presidente do TST determina manutenção de 80% do contingente durante greve


                         Baixe o áudio
      

 

A presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministra Maria Cristina Peduzzi, determinou que os empregados de Furnas Centrais Elétricas S.A. mantenham em atividade o contingente mínimo de 80% em cada setor ou unidade da empresa durante a greve da categoria, que começou na segunda-feira (17). Em caso de descumprimento, foi fixada multa diária de R$ 200 mil.

Saiba mais com a repórter Michelle Chiappa. Clique e ouça!


Fonte: TST

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *